Primeira tese produzida no grupo Imaginalis recebe Menção Honrosa

Nesta terça-feira, 5 de outubro, foram divulgados os resultados da edição 2016 do Prêmio Adelmo Genro Filho de Pesquisa em Jornalismo. A tese de Carlos André Echenique Dominguez recebeu Menção Honrosa no prêmio da Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo (SBPJor). O silêncio dos afogados: o ethos jornalístico na complexidade ambiental e a formação de sentidos do acontecimento Garabi aponta para a possibilidade de construção de um discurso complexo sobre o meio ambiente através de um jornalismo que considere também os saberes locais e não científicos. A investigação elabora um retrato do universo simbólico que envolve jornalistas e ribeirinhos perante o conflito acerca da construção das hidrelétricas do complexo de Garabi- Panambi. Essa foi a primeira tese de doutorado orientada pela professora Ana Taís Martins Portanova Barros e também a primeira a ser produzida dentro do grupo Imaginalis.

Carlos André Dominguez é professor do curso de Jornalismo na Universidade Federal de Pelotas e defendeu sua tese em 14 de dezembro de 2015 no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da UFRGS sob avaliação dos professores Cremilda Medina (USP), Silnei Soares (UnB), Redes Schwaab (UFSM) e Ana Maria Dalla Zen (UFRGS). A íntegra do texto O silêncio dos afogados está disponível no repositório online da UFRGS neste link.

Foto: Carlos André Dominguez

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =