Primeiro livro da editora Imaginalis é lançado na Compós 2017

 

Mediosfera – Meios, imaginários e desencantamento do mundo, de Malena Contrera, primeiro título publicado pela editora Imaginalis, foi lançado nesta quarta-feira 7 de junho durante a Compós 2017. O evento ocorreu na Faculdade Cásper Líbero, e contou com sessão de autógrafos da autora. Para baixar a versão em PDF ou ePUB do livro, clique aqui.

A editora Imaginalis tem o intuito de identificar e disseminar obras inscritas fundantes e inovadoras no âmbito téorico dos Estudos do Imaginário. Para tanto, conta com duas coleções: Hermas, à qual pertence livro inaugural, “Mediosfera”, e que publicará trabalhos demarcadores para desses estudos, fulcrais para a área da Comunicação, assinadas por autores sêniores, e Parsifal, que brevemente será inaugurada, com trabalhos que tragam indicações de novos caminhos heurísticos, metodológicos e temáticos para a interface entre Comunicação e imaginário, assinadas por jovens pesquisadores.

As obras publicadas pela editora Imaginalis, tanto nas coleções Hermas quanto Parsifal, são livres de royalties e não exclusivas, sob os termos da licença creative commons atribuição – não comercial (CC BY-NC). Isso significa que elas são disponibilizadas para acesso livre, de uso gratuito., podendo ser redistribuídas, desde que com a indicação correta da autoria e sem fins comerciais.

Mediosfera
A obra postula a existência da mediosfera, uma espécie de degradação da noosfera, constituída a partir do uso midiático das imagens. A noosfera é um conceito introduzido por Teilhard de Chardin para designar a esfera do pensamento humano concebido como um novo órgão de consciência, e retomado por Edgar Morin. A mediosfera, por seu lado, é promotora de um imaginário separado da existência concreta do mundo em função de sua mercantilização, redundando no desencantamento do mundo.

A autora Malena Contrera (esq.) com Ana Taís Portanova Barros (diretora da editora Imaginalis) e Dimas Künsch (coordenador geral da Compós 2017) durante lançamento do livro, ontem, na Facasper, em São Paulo.

Comments are closed.